BLOG DA CEDUSP

Ultrassom Morfológico: Tudo o que Você precisa saber sobre o Exame

Dada a sua importância, a ultrassonografia morfológica está presente na rotina de pré-natal de toda a gestante. Neste contexto, se você possui dúvidas a respeito do assunto, este artigo é perfeito para você!
Ultrassom Morfológico

Muito provavelmente, se você está gestante sabe que os ultrassons fazem parte dos cuidados de pré-natal. Deste modo, provavelmente já deve ter ouvido falar sobre o ultrassom morfológico. Não à toa, o exame é um dos mais importantes a serem feitos durante a gravidez. Em geral, os ultrassons são essenciais para acompanhar a formação do bebê, bem como, seu ritmo de crescimento, fluxo de sangue, aporte de oxigênio, quantidade de líquido amniótico, entre outros fatores importantes.

Deste modo, os ultrassons são capazes de identificar precocemente problemas com a gestação (como o descolamento de placenta) e até mesmo diagnosticar precocemente condições como a Síndrome de Down por exemplo. Quer saber mais sobre quais exames obstétricos feitos durante a gravidez, clique aqui que eu te mostro.  

Dada a sua importância, a ultrassonografia morfológica está presente na rotina de pré-natal de toda a gestante. Neste contexto, se você possui dúvidas a respeito do assunto, este artigo é perfeito para você!

A seguir, você vai descobrir tudo o que é preciso para entender o ultrassom morfológico, bem como, sanar as principais dúvidas a respeito do exame. Bora conferir?

Principais Dúvidas sobre o Ultrassom Morfológico

Como dito anteriormente, o ultrassom morfológico ou como também é conhecido ultrassonografia morfológica ou US morfológico é um dos exames mais importantes realizados durante o pré-natal. Entretanto, a grande maioria das pessoas possuem dúvidas ou nem sequer sabem para que serve o exame, para quem é indicado ou qual é de fato a sua importância.

Pensando nisso, reunimos no artigo de hoje as principais dúvidas sobre o ultrassom morfológico. Confira a seguir:

O que é Ultrassom Morfológico?

Basicamente, o ultrassom morfológico é um exame de imagem que permite a visualização do bebê em detalhes dentro do útero da mãe. No geral, a ultrassonografia morfológica permite avaliar a formação, desenvolvimento e crescimento do bebê e verificar se está ou não de acordo com os parâmetros considerados normais. Deste modo, possibilita o diagnóstico precoce de algumas doenças ou malformações.

O que é Analisado no Ultrassom Morfológico?

Em resumo, o US morfológico examina os achados no Sistema Nervoso Central, as extremidades esqueléticas, órgãos vitais (coração, rins entre outros), face e outros parâmetros relacionados à formação do feto. Normalmente, o ultrassom morfológico é realizado no primeiro e segundo trimestre de gestação.

Segundo os especialistas, a avaliação do bebê e acompanhamento pré-natal são essenciais para garantir uma gravidez tranquila e bem informada. Deste modo, as avaliações morfológicas de primeiro e segundo trimestre são essenciais e complementares. Pois, através do exame é possível identificar além de malformações no feto, características de síndromes cromossômicas. A seguir, entenda o que é analisado em cada um dos trimestres aqui mencionados.

Primeiro Trimestre

No primeiro trimestre gestacional o ultrassom morfológico além de confirmar a vitalidade fetal e a datação da gestação, também é utilizado para rastrear possíveis alterações cromossômicas e assim permitir o diagnóstico precoce de doenças como a trissomia do cromossomo 21 (síndrome de down) e trissomia do cromossomo 18 (síndrome de Edwards).

Normalmente, o ultrassom morfológico de primeiro trimestre gestacional é realizado entre a 11° e a 14° semana de gravidez. Entretanto, em alguns casos também pode ser solicitado na 9° semana de gestação.

Basicamente, o exame é responsável por avaliar o risco de o feto ser portador de alguma aneuploidia, que nada mais é do que uma alteração no material genético do bebê. Essa avaliação é feita com base na idade da mãe e nos resultados do exame.

Caso o risco seja baixo, proporcionará à gestante uma maior segurança gestacional. Já no caso de ser de risco moderado ou alto, o médico poderá prescrever um rastreamento mais profundo. Entre estes exames, pode ser recomendado a biópsia de vilo corial ou a amniocentese, ambos são exames invasivos e apenas recomendados em casos extremos.

Segundo Trimestre

Por sua vez, o ultrassom de segundo trimestre gestacional é um exame ainda mais detalhado que o anterior que visa avaliar com mais detalhes o desenvolvimento do bebê. Neste exame são analisados: colo uterino; posição da placenta; quantidade de fetos; anatomia fetal (cérebro, crânio, face, tórax, coração, abdome, costelas, coluna vertebral, mãos e pés); biometria fetal (diâmetro occipto-frontal, diâmetro biparietal, distância biocular, circunferência abdominal, medida do úmero e medida do fêmur); batimento e ritmo cardíaco; índice de líquido amniótico; entre outros.

Durante o exame, é possível ainda verificar anormalidades maiores (como problemas cardíacos) ou anormalidades menores (como fenda palatina). Deste modo, é possível avaliar a necessidade de riscos e possíveis correções após o nascimento.

Vale ressaltar que, embora todos os dados e medidas sejam comparados com uma tabela com dados considerados normais, as medidas podem apresentar uma variação considerada normal dependendo da idade gestacional. Além do mais, é preciso destacar que cada bebê possui suas próprias características que não necessariamente podem significar a presença de problemas e/ou doenças. Dito isso, apenas um especialista é capaz de avaliar e dar de fato um diagnóstico preciso.

Para que Serve o Ultrassom Morfológico?

Como observado, o ultrassom morfológico é capaz de identificar a fase de desenvolvimento do feto e dessa forma, avaliar possíveis alterações. Assim, é possível confirmar a idade gestacional do bebê; avaliar seu crescimento e desenvolvimento; avaliar o tamanho do bebê através de medidas do crânio, tórax, abdômen e fêmur; monitorar seus batimentos cardíacos; verificar possíveis anomalias; verificar as condições da placenta e quantidade de líquido amniótico. Além disso, através do ultrassom morfológico 3d, dependendo da posição do bebê, também é possível determinar o sexo do bebê e ver seu rostinho em detalhes.

Por que é Importante realizar um Ultrassom Morfológico durante a Gravidez?

Em geral, através do ultrassom morfológico é possível estimar com propriedade o risco de o feto apresentar doenças por conta de uma má formação fetal. Este risco pode ser classificado como baixo, moderado ou alto. Entretanto, é importante destacar que mesmo que o resultado do exame seja dado como risco baixo, ainda assim, não é garantido que não haja malformações no feto. Portanto, é importante continuar com o acompanhamento e realizar exames complementares para um correto diagnóstico.

Quais Problemas o Ultrassom Morfológico é Capaz de Detectar?

Normalmente, o ultrassom morfológico é capaz de ajudar a identificar diversos problemas no desenvolvimento do bebê, como por exemplo:

  • Síndrome de Down (trissomia do cromossomo 21)
  • Síndrome de Edwards (trissomia do cromossomo 18)
  • Síndrome de Patau (trissomia do cromossomo 13)
  • Espinha bífida
  • Anencefalia
  • Hidrocefalia
  • Alterações nos rins
  • Doenças cardíacas
  • Hérnia diafragmática, entre outros.

Onde Fazer o Ultrassom Morfológico?

Como visto no decorrer deste artigo, a realização do ultrassom morfológico é de suma importância para garantir uma gestação mais segura e informativa. Bem como, permitir o planejamento e abordagens terapêuticas para tratar possíveis problemas identificados.

Além disso, é importante realizar o exame em clínicas especializadas e de confiança. Neste contexto, a Cedusp é de longe a melhor opção. Com uma atuação de mais de 15 anos, a Cedusp é um Centro Médico de excelência, que dispõe de amplas e modernas instalações, com equipamentos de última geração e equipe profissional altamente qualificada em diversos tipos de exames diagnósticos e laboratoriais, incluindo o ultrassom morfológico. Para agendar a sua consulta, clique aqui e para conferir a lista com todos os exames, clique aqui.

Novidades

Compartilhe

Você também pode gostar

escolha a unidade mais próxima de você

Duas unidades em Guarulhos com toda a excelencência e conforto que você merece!

A CEDUSP é parceiro oficial de dezenas de clínicas médicas espalhadas por toda Guarulhos e também é o braço médico de diversos profissionais que atuam em seus consultórios nas mais variadas especialidades.

UNIDADE CENTRO

UNIDADE TABOÃO